Seguidores

terça-feira, 19 de outubro de 2010

FLOR EM BOTÃO


Silêncio da noite
A flor em Botão
Se abrindo para a vida
Que cala o sereno
Olhando para a Lua
Que Deus oferece
Na claridade prateada.
A vida e sonho
Tranqüilo na calma
Dos dias passados.
Na calma de tudo
No final do nada
Sonho, em sono tranqüilo.
De gestos contidos
Na paz do silêncio
Reviver tudo que
Alguém deixou de
Reavivar.
Dormindo sono pausado
Nas asas da imaginação
No aguardo de certo momento
Que acabe o encanto
A brisa levar
A magia do sonho
E acordar, da magia do sonho.
Existente
Que no sono abriga.


Autor(Tony Newes)

Um comentário:

Desireé disse...

LINDISSIMO E MUITO INSPIRADO POETA ! PARABENS ! DESIREÉ.