Seguidores

terça-feira, 10 de agosto de 2010

MALÍCIA


Desmancho-me de formas
em cada movimento do teu olhar,
na saudade da espera,
nos indícios de encontros,
acertos esquecidos

Liberta sou,
no murmúrio involuntário
que me concebe,
o movimento de minhas luas
e tempestades,
minhas verdades nas ventanias

Roubei de mim,
as exigências sem memórias
palavras partidas desperdiçadas,
o desnudamento estilhaçado
dos meus caminhos,
sem os teus braços de mar

Conceição Bentes

2 comentários:

Conceição disse...

Voce sabe me emocionar, tocar meu coração
Sao essa coisas aparentemente tão simples que nos fazem ser melhores doq ue somos
Muitissimo obrigada, meu carinho por voce é eterno

bjos

Ceiça Bentes

Adriana Paranhos Leal disse...

QUERIDA POETISA E AMADA AMIGA!
NÃO PODERIA DEIXAR DE ANDAR SEMPRE COM VOCÊ!
SUAS PALAVRAS E SENTIMENTOS SÃO REFLEXO DA SUA ALMA...
ONDE EU FOR LEVAREI SUA ESSÊNCIA COMIGO.
PORQUE TER ALGUÉM COM SEU TALENTO É MAIS QUE ORGULHO ...É VIVER AO LADO DE SEU MESTRE!
BEIJOS ETERNOS
AMO VOCÊ!
ADRIANA LEAL