Seguidores

segunda-feira, 19 de abril de 2010

QUANDO NOSSOS OLHOS SE ENCONTRARAM...


Quando nossos olhos
se encontraram,
uma ternura imensa
transbordou de minh'alma

Ímpetos de afagar-te
em meus braços
invadiram o meu peito

e meu coração,
num arroubo de felicidade
sentiu-se inundado
por um mar
de róseas alegrias...

Quando nossos olhos
se encontraram,
descobri a luz
do verdadeiro amor
essência da vida...

Regina Azenha
(Preserve autoria)

2 comentários:

ONG ALERTA disse...

O corração pulsa sem parar...paz.

Carlos Rímolo disse...

Querida amiga Adriana!!
Belíssima poesia da Regina. Excelente escolha. Seu Blog. é lindo e conteúdos maravilhosos.
Beijos de luz!

POETA CIGANO - 20/04/2010
carlosrimolo.blogspot.com