Seguidores

terça-feira, 13 de abril de 2010

TEMPO REI




Senhor de todas as esperas,
de amores e ausências, ,
chegadas e partidas,
anseios e impaciências

Ditas a hora do prazer,
dos sonhos cegos
ou do vazio de quem os vê

Desces como a consciência
na lágrima que se perde
no mais alto vôo,
ou na menor sombra
que não seja vista

Contabilizas lembranças
compensando distâncias
desencontros e desencantos,
acumulando sonhos
perdidos em mim


Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 20/03/10
Código do Texto: T2150070

Um comentário:

Carlos Rímolo disse...

Querida amiga Adriana!!!!
Muito linda a poesia de conceição e, tão bem escolhida para postagem por você! É belíssima. Meus parabéns!!!!

POETA CIGANO - 13/04/2010

carlosrimolo.blogspot.com