Seguidores

domingo, 4 de abril de 2010

O Amor

Somos feitos de contradições
Queria apenas ser amor
Palavra que lembra um diamante

Que precisa ser lapidado
Polido
De modo artesanal
O toque sensível Suave
Eterno

Um brilho que jamais perde seu encanto
A cada dia tem um valor especial
Esse amor não é o amor em valor meramente comercial
Um amor puro
Cristalino

Um amor que o tempo não o torna sem nitidez
Pois o brilho é contínuo
Delicado
Ao mesmo tempo forte com personalidade
Um amor verdadeiro
Legítimo

Guardado a sete chaves
Mas exposto em uma redoma de vidro para ser apreciado
Ah! O amor...

Que poder tem essa palavra mágica que nos fortalece e nos dá segurança
E nos deixa em paz

(Tereza Cristina Saraiva)

®Verso & Prosa
www.versoeprosapoemas.blogspot.com

Um comentário:

REGGINA MOON disse...

Adriana,

Encerro minha participação com muita alegria e agradecendo pela oportunidade que me foi dada por voce, tão gentilmente, e de poder compartilhar postagens em companhia do Poeta Ataíde Lemos.
Uma honra!!

Um grande beijo e ótima semana!!!

Reggina Moon