Seguidores

segunda-feira, 1 de março de 2010

"REFEM DO SENTIR"


















"Refém do sentir”

Se ficar próximo assim, faz reboliço
Audacioso, acorda os meus desejos
De querer, dessa noite, todo o viço
Delicias que antevejo nos teus beijos

Amo a surpresa do abraço malicioso
Este sentir que atravessa meus quintais
Ver-me na retina do teu olhar mavioso
Invencível desejo colorindo meus varais

Evidentes delírios nos atam em simetria
Faz-me ausente de pudores me entregar
Serena meu sonho, me envolve em magia
E sem aviso a noite vem nos tragar

O sentir que me mantém assim, refém
Diz que quero ser só tua, nada alem

Glória Salles

3 comentários:

Carlos Rímolo disse...

Querida Glorinha!!!!
Muito lindo teu Soneto. Bem sensual e dotado de belos versos. Você possui uma técnica poética inigualável. Meus parabéns tanto por ele como pela homenagem!!
POETA CIGANO - 01/03/2010.

carlosrimolo.blogspot.com

Sonhadora disse...

Lindo poema
Adorei.

Beijinhos
Sonhadora

José Silveira disse...

Minha lindinha, sei por quqanta tristeza tem passado por conta do seu paizinho.
meio sem querer encontrei este blog, com seus poemas sempre tão especiais e tão completos em termos de emoção e metrica, e e gramatica e rvocabulario, enfim.
A famosa "Vinicius " de saia.
Parabens ao Blog, por divulgar tão brilhante poeta.
O mundo precisa conhecer Glória Salles.
Saiba que independente disso, sua amizade, me é tão importante...
E torço para que Deus restabeleça a saude do seu pai, e que dê a paz que seu coração precisa tanto.
E estarei com você.
Que o abraço aconchegante e o sorriso sincero, seja constante.
Sonhe muito...
Aprendi com voce que os sonhos fazem o espírito renascer nos envolvendo com um laço de esperança e renovando a força e a
coragem para buscarmos os nossos verdadeiros ideais...
Que os seus sonhos lhe sirvam de inspiração para realizar e sentir que a vida é um presente de Deus.
Te amo muito, querida poetisa, linda mulher.
beijos.